Exemplo de Artigo de Opinião sobre drogas

Droga: uma "doença degenerativa" que está debilitando o "organismo social" em que vivemos.

Fonte da imagem: Justificando

          O consumo de drogas está cada vez mais presente em nosso dia a dia, isso por que a circulação e o tráfico desse entorpecente se intensificaram enormemente nas últimas décadas por mais que as autoridades tenham investido bastante no combate a entrada deste “vírus” que afeta toda e qualquer pessoa independentemente de classe social.
        Os usuários são indivíduos que, na maioria das vezes, não possuem boas condições financeiras o que os levam a viverem em um verdadeiro inferno de desolações que é o mundo de fantasias dos dependentes químicos. Infelizmente, as sociedades em geral jugam superficialmente os drogados sem saberem das suas intimidades e história de vida, as quais estão diretamente ligadas ao convívio familiar.
            Geralmente, os viciados químicos foram induzidos por amigos ou conhecidos a usarem drogas, uma vez que estas lhes conferem uma sensação momentânea de prazer e bem estar. Mas, posso afirmar com certeza que após os efeitos alucinantes dos entorpecentes as consequências são devastadoras e duradouras. Aliás, o uso de drogas proporciona, sem dúvida alguma, mais desvantagens para quem consome do que vantagens, se bem que esta última não existe para quem usa drogas, isso é simplesmente indiscutível. Creio que não preciso entrar em detalhes a respeito desse argumento, afinal de contas esta não é a minha intenção, pois, suponho que todos ou quase todos sabem sobre as consequências do uso contínuo de drogas em geral. Só lembrando aos leitores que semanticamente a palavra droga já define por completo a sua futilidade.
           É importante lembrar também que conflitos familiares passam a ser constantes nos lares de qualquer família que possui pelo menos um dos membros dependente das drogas.
        Para finalizar quero deixar claro que o uso de drogas não só no Brasil, mas em todo o mundo está virando uma epidemia sem controle. Aliás, já virou uma “doença degenerativa” que está sufocando e debilitando, de certa forma, o “organismo social" em que vivemos. Em outras palavras, as autoridades devem e podem investir mais em políticas públicas e campanhas educativas voltadas ao combate tanto do tráfico como do uso de drogas, sobretudo em locais públicos. Afinal, os “donos” do poder também são seres humanos que, consequentemente, fazem parte desse organismo social que, como uma joia preciosa, devemos zelá-lo e protegê-lo, pois é usufruto de todos, inclusive das novas gerações. Acredito que em primeiro plano deve-se investir principalmente em educação que é o combustível que move todo e qualquer país, estado ou cidade.

Marcondes Torres, estudante e blogueiro desde janeiro de 2012.

Enquetes:


























Por favor, compartilhe!

  • Share to Facebook
  • Share to Twitter
  • Share to Google+
  • Share to Stumble Upon
  • Share to Evernote
  • Share to Blogger
  • Share to Email
  • Share to Yahoo Messenger
  • More...

9 comentários :

Anônimo disse...

leegal '

Anônimo disse...

justin bieber é o melhor, bjão

Gaby disse...

Hhahaha ^ True

Patricia Sampaio disse...

Seu texto está bom mas sem fundamento teórico nenhum. Quem foi que te disse isso que voce escreveu? baseado EM QUE voce conclui isso? Precisa melhorar muito. Se era para ser um texto opinativo/ dissertativo não convenceu em nada.

Anônimo disse...

Minha querida,no questionário está perguntando qual é o melhor cantor BRASILEIRO e não dos EUA.

Fabricio Augusto disse...

, Nota 10 Pro Bloog Fez eu Entendeer Direitinho ..

Bianca Maciel disse...

Apesar de alguns erros sobre a forma de escrever, me ajudou muito!

Anônimo disse...

Está convencendo sim. Claro que, devemos sempre inserir as fontes das quais tiramos nossos argumentos, mas este assunto é tratado em qualquer lugar. Não acho que há necessidade de colocar ''Como vimos na televisão, os dependentes químicos sentem prazer ao usar a droga.'' Não. Isso é algo que todos nós sabemos, mesmo sem usar.

ivan anibal disse...

DA FRUIÇÃO DO SILÊNCIO
Tratávamos o silêncio por tu
Dormíamos na mesma cela
Acordávamos do mesmo sono
Cada sílaba audível
Completamente nua
Feria dum segundo sentido
O palato hipertenso
Da fria cela dezenove
Farrapos de ambiguidade
Pendiam pelas arestas
Das mais afoitas vogais
Ninguém pressentia
No gume acorado
Da quase indiferença
Que o silêncio aparentava
O perfeito sincronismo
Das sílabas dispersas
Pelos tímpanos de cada um
Nada sabíamos de nós próprios
Além da angústia lacerante
Coagulando-nos um a um
Nos limites da expectativa

E no écram memorial
Milhões de imagens se degladiando
Era o silêncio devorando o silêncio
Era o silêncio copulando o silêncio
Era o silêncio assassinando o silêncio
Era o silêncio ressuscitando o silêncio
o silêncio

Oh o silêncio
Maldito silêncio colonial
Contra as paredes da solidão
o silêncio

Oh o silêncio
Maldito silêncio imperial
Sepultando-nos um a um
Sob os escombros de Portugal.

O que achou do blog? (Sugestões, Críticas, Opiniões e Elogios)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Minha Estante

Meu Livro!

Scroll to top