Resumo do livro O Mestre da Sensibilidade de Augusto Cury.



O livro O Mestre da Sensibilidade compreende o segundo volume da coleção Análise da Inteligência de Cristo desenvolvida por Augusto Cury.
Na obra Augusto Cury descreve de forma simples e poética as características da emoção e sensibilidade de Cristo e sua importância para o tratamento de doenças psíquicas, como a síndrome do pânico, a depressão, o TOC (Transtorno Obsessivo Compulsivo) e outras doenças psicológicas que acometem as sociedades modernas do século XXI.
Jesus Cristo possuía todos os motivos para desenvolver essas doenças, visto que desde a infância conviveu com a fome, o frio, a violência dos constantes conflitos que ocorriam nesse período, enfim sofria constantemente com as misérias sociais e econômicas da sua época, no entanto, jamais permitiu que o território da sua emoção fosse abalado por tais fatores. Mas, ao contrário, exalava serenidade e alegria por onde passava. Em outras palavras, filtrava pacientemente todos os estímulos estressantes pelos os quais perpassou durante a sua vida. Também não se abatia ou gravitava em torno das ofensas e rejeições sociais. Além disso, não fazia da sua emoção uma lata de lixo, o que atualmente muitas pessoas fazem quando estão estressadas ou ansiosas, ou seja, acumulam um monte de problemas e preocupações antecipatórias no território emocional.
Por isso, milhões de pessoas em todo o mundo desenvolveram ou ainda irão desenvolver algum transtorno psicológico por consequência da vida agitada do mundo moderno e globalizado em que vivemos. Dentre esses inúmeros transtornos psíquicos vale apena destacar a depressão que é considerada por muitos psicólogos e psicoterapeutas como sendo o último estágio da dor humana.
Jesus foi o mestre da sensibilidade e o maior especialista no território da emoção, afinal despojava de uma paciência inigualável para transmitir seus ensinamentos aos discípulos e nunca se aborrecia com os erros e incompreensões dos mesmos. Muito pelo contrário, era sociável, humilde, agradável, relaxante. As pessoas que conviveram com ele dispuseram de uma oportunidade única para rever seus conceitos e ideais gerando uma saúde emocional impenetrável. Nunca desistiu da realização do seu projeto transcendental mesmo sofrendo com as constantes adversidades. Queria, acima de tudo, salvar a humanidade das suas mazelas psíquicas e revolucionar a qualidade de vida humana.
Não esperava muito das pessoas que as cercavam, por mais que se doasse intensamente a elas. Isso, o tornava livre da ansiedade e do desgosto.

Autor: Marcondes Torres

Por favor, compartilhe!

  • Share to Facebook
  • Share to Twitter
  • Share to Google+
  • Share to Stumble Upon
  • Share to Evernote
  • Share to Blogger
  • Share to Email
  • Share to Yahoo Messenger
  • More...

Nenhum comentário :

O que achou do blog? (Sugestões, Críticas, Opiniões e Elogios)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Minha Estante

Meu Livro!

Scroll to top