Resumo do livro O código da inteligência de Augusto Cury.

 


          No livro O Código da Inteligência Augusto Cury descreve e ressalta a relevância dos 8 códigos da inteligência para a formação de brilhantes pensadores e excelentes profissionais.
As sociedades modernas estão cada vez mais alienadas e desumanas. Vivemos na era do consumismo exagerado alimentado pela tecnologia. Vivemos, também, na era do treinamento. Somos, diariamente, treinados para dirigir carros, manipular máquinas e computadores, controlar aviões e aeronaves, comandar exércitos e participar de guerras. Mas, infelizmente, vivemos o maior paradoxo da humanidade. Enfim, não somos treinados e educados para sermos gestores da nossa psique, não somos treinados para sermos os líderes do nosso “Eu”, não somos treinados para sermos os diretores do roteiro da nossa existência, os protagonistas da nossa vida ou os agentes modificadores da nossa história. Somos, lamentavelmente, uma sociedade doente que forma pessoas doentes.
Em qual instituição de ensino se ensina decifrar e por em prática os códigos da inteligência? Em qual universidade e escola de ensino médio ou fundamental possui em sua grade curricular a decodificação e a utilização dos códigos da inteligência? Infelizmente a resposta é em nenhuma. Afinal, as instituições de ensino em todo o mundo não estão formando pensadores críticos da atualidade, mas sim pessoas doentes, frágeis, individualistas e competitivas. Pessoas insensíveis que não decifram os códigos da inteligência e que, portanto, não se sensibilizam com o caos que a humanidade vive atualmente. Estão engessadas e não se importam com a dor e o sofrimento humano. Não conseguem se colocar no lugar dos outros e perceber seus sofrimentos com outros olhares e perspectivas.
As universidades e escolas só se preocupam em treinar e inserir os seus alunos no mercado de trabalho no qual sempre prevalecem os melhores, portanto, instigam o individualismo, o egocentrismo e a competição predatória. Estão formando jovens para a competição e não para a cooperação. Estão formando jovens agressivos, intolerantes e autossuficientes e não jovens altruístas, tolerantes, solidários e humildes. Não estão preparando os jovens para enfrentarem com tranquilidade e sabedoria os invernos turbulentos da existência. Jovens que sejam líderes da sua psique e gestores do seu território emocional.
Nossa inteligência, ousadia e perspicácia, frequentemente, são bloqueadas pelas armadilhas da mente humana, bem como o conformismo, o coitadismo, o medo de reconhecer os erros e o medo de correr riscos. Essas são apenas algumas das armadilhas da nossa mente.
·         Conformismo: é a arte de se acomodar, de não reagir e de aceitar passivamente os problemas psíquicos e sociais. O conformista arruma desculpas para tudo. Tem medo de ousar e ser criativo. É pacífico e não assume a condição de autor da sua própria historia.
·         Coitadismo: é a arte de ter compaixão de si mesmo. É uma potencialização do conformismo. O coitadista aprisiona e asfixia o seu “Eu” inibindo a sua intuição criativa.
·         O medo de reconhecer erros: é uma atitude dos fracos. O primeiro passo para obter uma saúde emocional estável é reconhecer os seus erros, a sua condição humana, sua pequenez, fragilidades e sua hipocrisia. Queremos, muitas vezes, sermos deuses, mas somos pequenos seres imperfeitos.
·         O medo de correr riscos: essa armadilha bloqueia e esbarra a inventividade e a criatividade humana. Quem tem medo de correr riscos e não ousa descobrir novos horizontes, viverá encarcerado numa mesmice e enterrará seus sonhos e projetos de vida.
Os 8 códigos da inteligência são fundamentais e indispensáveis para nossa vida. São, acima de tudo, os responsáveis pela formação dos futuros pensadores.
Ø  Código do Eu como gestor do intelecto: é o código no qual o indivíduo tem consciência da existência do Eu, que representa a capacidade de escolha. Quem o decifra preserva sua saúde psíquica tornando-se mais tranquilo e sereno e, além disso, não gravita em torno dos problemas existenciais. Possui a sua própria órbita.
Ø  Código da Autocrítica: é o código de quem pensa nas consequências dos seus comportamentos. Desenvolve, portanto, a habilidade de pensar antes de reagir e o segredo dos sábios (o silêncio) diante dos estímulos estressantes e dos focos de tensão. É o código de quem se auto avalia, pondera seus atos, julga seus comportamentos, autocorrige e reflete sobre suas reações. 
Ø  Código da Resiliência: é o código da resistência e da capacidade de se coadaptar e sobreviver às intempéries da vida. Quem o decifra não se deixa abater pelas derrotas e dificuldades do percurso existencial. Mas, ao contrário, usa os fracassos, perdas e adversidades para extrair sabedoria e oportunidades.
Ø  Código do Altruísmo: é o código do amor e paixão pela humanidade. É o segredo da afetividade, humildade, generosidade, solidariedade e capacidade de se doar e colocar-se no lugar dos outros. Quem o decifra vacina-se contra qualquer tipo de discriminação, preconceito, individualismo e egocentrismo.
 
Ø  Código do Debate de Ideias: é o código da autodeterminação, da ousadia e da participação. Induz as pessoas a serem inclusivas e não exclusivistas. Quem o decifra passa a expor e não a impor suas ideias e opiniões. Torna-se tolerante e ponderável. Aprende a interagir e trabalhar em equipe.
Ø  Código do Carisma: é o código da capacidade de surpreender e encantar os outros e a si mesmo. Quem o decifra é mais feliz com a vida, pois contempla com mais entusiasmo e alegria os pequenos e admiráveis eventos da existência.
Ø  Código da Intuição Criativa: é o código da capacidade de criar, inventar, descobrir e ousar percorrer caminhos inexplorados. Quem o descobre e decifra liberta o imaginário e torna-se flexível, versátil, perspicaz e inventivo.
Ø  Código do Eu como gestor da emoção: é o código que nos torna gerenciadores das nossas angustias, aflições, inseguranças. Que nos torna seguros, autoconfiantes e autodeterminados.
 
Autor: Marcondes Torres.

Por favor, compartilhe!

  • Share to Facebook
  • Share to Twitter
  • Share to Google+
  • Share to Stumble Upon
  • Share to Evernote
  • Share to Blogger
  • Share to Email
  • Share to Yahoo Messenger
  • More...

4 comentários :

juliano cesar de oliveira disse...

Oi adorei sua resenha...mas vc já leu o livro reverso escrito pelo autor Darlei... se trata de um livro arrebatador...ele coloca em cheque os maiores dogmas religiosos de todos os tempos.....e ainda inverte de forma brutal as teorias cientificas usando dilemas fantásticos..acesse o link..www.livrariacultura.com.br/scripts/resenha/resenha.asp?nitem.

ERICA Aparecida disse...

Amei Este. Livro 📖 maravilha

Elizabete Pinto disse...

É maravilhoso amei este livro

Elizabete Pinto disse...

É extremamente verdadeiro este livro amei ler e quero ler outros

O que achou do blog? (Sugestões, Críticas, Opiniões e Elogios)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Minha Estante

Meu Livro!

Scroll to top